Pti:Kemetismo Ortodoxo

From Wepwawet Wiki
Jump to: navigation, search

Kemetismo Ortodoxo é uma das inúmeras religiões Reconstrucionistas de Kemet. Foi fundado no final dos anos 80 pela Senhora Tamara Siuda. Tenta reconstruir as práticas religiosas dos habitantes do Antigo Kemet, agora chamado Egito. Também incorpora rituais e conceitos raro a esta seita particular, causando ser chamado mais de uma religião de revivalist que uma fé estrita reconstruccionistas. Atualmente, o único templo do Kemetismo Ortodoxo, Tawy House, está localizado em Joliet, Illinois.

Contents

Níveis de Sociedade

Iniciante

O Kemetismo Ortodoxo tem um sistema muito flexível de compromisso à fé. O interessado deve participar do Curso de Iniciantes. O curso de iniciantes é um curso de 11 semanas dado pelos sacerdotes da religião àqueles interessados tanto em ingressar na fé quanto aprender mais sobre a fé. Consiste de 11 lições enviadas semanalmente por e-mail através de uma lista virtual cujo somente os membros do curso têm acesso. Os participantes do curso também têm acesso a um website próprio com materiais do curso disponíveis, assim como a um fórum de mensagens em que podem comunicar-se com os sacerdotes e a Nisut (AUS) especificamente sobre o conteúdo co curso. O curso é livre e não requer nenhum tipo de compromisso: alguém pode fazer o curso, não se identificar com a fé e sair.

Remetj

Remetj (reh-metch)

D21
V13
A1 B1
Z2

Súditos Reais

Se alguém deseja permanecer associado com Kemetismo Ortodoxo, mas não fazer votos aos Deuses e para Deusas de Kemet, este pode tornar-se um Remetj. Todo aquele que completa o curso e deseja permanecer na fé, em qualquer nível, tornar-se-á Remetju. Você é livre para praticar qualquer fé antes de Kemetismo Ortodoxo neste ponto.

Qualquer Remetj pode passar por um rito de passagem conhecido como o Rito de Divinação Parental, RDP comumente abreviado. Este Rito determina os Deuses que o Remetj é mais próximo espiritualmente (isto será discutido mais adiante). Neste momento, o Remetj é conhecido como Remetj Divinado. Qualquer membro pode permanecer como Remetj Divinado se ele/ela optar por isso ou então tornar-se shemsu. Um Remetj Divinado sabe quem são seus Pais espirituais e todos seus Amados, mas não tem um nome de shemsu. Ninguém é obrigado a fazer votos de Shemsu, se não for sua vontade.

Shemsu

Shemsu (SHEM-su)

T18G43A1

Seguidores

Shemset

T18G43B1

Seguidores Substantivo feminino.

Na antigüidade, um Shemsu era um membro em particular da corte de Kemet, que jurara servir a nação como um "seguidor da residência real." [1] [1]

Se alguém deseja comprometer-se com os deuses e deusas de Kemet, e jura honrá-los acima de todos os oturos Deuses, esta pessoa torna-se um Shemsu - um devoto dos Deuses de Kemet. Para realizar os votos de Shemsu,é necessário passar pelo Rito de Divinação Parental. O remetj jura honrar as deidades que apareceram em seu RDP acima de todas as outras e jura manter ma'at. Um shemsu recebe um nome esperitual, que é dado em uma cerimônia pela Nisut AUS). O nome de Shemsu é o nome dado pelo membro por seus Pais e é divinado pela Nisut (AUS) antes da Cerimônia de Nomeação. O nome é Kemetic e está relacionado com o nome de indivíduos Pai(s).

A pessoa ainda pode praticar outra fé neste ponto, contanto que Kemetismo Ortodoxo tenha precedência. A este ponto, a pessoa é também elegível para tomar o Sacerdócio.

Shemsu-Ankh

Shemsu-Ankh (SHEM-su AHNKH)

T18G43A1S34

O nível final de conversão é Shemsu-Ankh. Neste nível, a pessoa passou por ritos especiais conhecidos como o Weshem-ib e juramentos específicos dedicados à fé. Este processo só pode ser feito pessoalmente e normalmente é feito no recesso de Wep Ronpet no final de Julho/início de Agosto.

Pilares da fé

Enquanto as crenças particulares dos membros do Kemetismo Ortodoxo possam variar levemente às vezes, existem cinco pilares da fé que todos os membros seguem e que os definem como praticantes do Kemetismo Ortodoxo:

A Crença em Netjer

Antes de qualquer crença é fundamental é a crença em Netjer e Seus Nomes. Sem a crença nos deuses de Kemet, uma pessoa não está seguindo o Kemetismo Ortodoxo em absoluto. Ter um ponto de vista monólatro de Netjer é também parte deste pilar. Os seguidores do Kemetismo Ortodoxo normalmente comunicam-se com Netjer através destes Nomes.

Monolatria é uma forma de politeísmo. Adeptos do monolatria acredito que muitos deuses emanam de uma fonte. No caso de Kemetismo Ortodoxo, todos os nomes de Netjer emanam de Atum.[2]

Veneração dos Akhu

A veneração dos Akhu (ou ancestrais) é um aspecto muito importante dentro do Kemetismo Ortodoxo. Os Akhu de uma pessoa são seus antepassados. Eles já experimentaram vida humana, e portanto podem dar valiosos conselhos e apoio em assuntos que Netjer necessariamente talvez não entenda. Os membros acreditam que por honrar seus Akhu, esles asseguram que estes permaneçam felizes e satisfeitos no Duat. Akhu não são ancestrais sempre sangue, podem ser amigos ou "professores" que passaram a oeste.

Aceitação da Nisut

A aceitação do papel de Nisut como professor espiritual e líder é também primordial no Kemetismo Ortodoxo. Não se espera que ninguém aceite algo sem perguntar, porém, os ensinamentos e a liderança do Nisut são importantes para a fé. O Nisut diariamente executa rituais para reforçar ma’at e dissipar isfet, regularmente ora pelos membros da fé e aconselha seus estudantes em questões religiosas. Os membros são exigidos a aceitar o Nisut ao menos como professor espiritual para estar alinhados com o dogma oficial do Kemetismo Ortodoxo.

Apoio e Participação na Comunidade

A sociedade no antigo Kemet possuía forte orientação comunitária. A comunidade desempenhou um importante papel nas práticas religiosas pessoais. Como parte do processo de reconstrução destas práticas, os membros do Kemetismo Ortodoxo também se esforçam para apoiar uma comunidade em desenvolvimento. Cada pessoa na comunidade é integral à função do grupo, e nós respeitamos e honramos os papéis executados por todos membros de todos níveis, de Remetj a Imakhu . Isto não quer dizer que todos os membros devem trabalhar ativamente para ajudar a comunidade kemética, quer dizer que todos os membros devem respeitar os membros de todos níveis. Um Remetj é tão importante quanto os Kai-Imakhu.

A crença em sustentar Ma'at

Ma'at é a força que mantém o mundo equilibrado. Ma'at é tanto um Nome de Netjer quanto um conceito abstrato de equilíbrio, justiça e verdade. Todos os membros do Kemetismo Ortodoxo acreditam que Ma'at deve ser sustentada em toda vida diária, e a maioria se esforça para agir assim. Isto inclui não prejudicar deliberadamente a qualquer pessoa assim como ser gentil com os outros, dentre outras coisas.

Práticas chave de Kemetismo Ortodoxo

Como com qualquer religião, há muitas práticas chave e ritos de passagem que os membros passam ou participam. Alguns destes estão listados abaixo.

Rito de Divinação Parental

O Rito de Divinação Parental, RDP comumente abreviado, é um ritual executado pela Nisut (AUS) para determinar o(s) Pai(s) espiritual (is) e qualquer Amado de um seguidor da fé. Este é o primeiro passo em direção ao caminho de Shemsu, mas ninguém é obrigado a fazer os juramentos de Shemsu depois de passar pelo Rito de Divinação Parental. O ritual só pode ser executado pela Nisut (AUS), e é composto por uma forma de divinação geomântica. O rito é executado de modo binário (com respostas sim ou não), e é verificado repetidamente. Este rito causou alguma controvérsia entre o Kemetismo Ortodoxo e outras religiões de reconstrucionistas porque não tem nenhuma base histórica. Foi instituído como um tipo de rito de iniciação no Kemetismo Ortodoxo, simbolizando um nascimento na comunidade.

Nomeação de Shemsu

Uma vez que um indivíduo passou pelo Rito de Divinação de Parental, ele ou podem tornar-se um Shemsu, ou "seguidor" do Kemetismo Ortodoxo. Aqueles que desejam dar este passo passam por um segundo rito de passagem, a Nomeação de Shemsu. Neste rito lhes é dado um nome que é determinado pela Nisut por divinação áurica, e é feito o juramento de servir aos deuses divinados antes de outros deuses. É neste momento que indivíduo oficialmente torna-se um Shemsu e é um membro pleno do Kemetismo Ortodoxo.

Senut

O Senut é um ritual diário praticado pelos Shemsu do Kemetismo Ortodoxo. Foi compilado pela Nisut para os praticantes da fé usando textos antigos, tanto quanto inspiração divina. É uma parte importante da prática pessoal para muitos indivíduos no Kemetismo Ortodoxo, embora nem todos o executem diariamente. O rito por si envolve ações rituais e palavras, como apresentar oferendas aos deuses e libações de água. O conceito de um ritual diário não é exclusivo do Kemetismo Ortodoxo; outras religiões reconstrucionistas tem um ritual diário também. Estes rituais diferem levemente do Senut do Kemetismo Ortodoxo.

Saq

O Saq é um ritual em que um It-Netjer ou Mut-Netjer está em transe com um Nome de Netjer. Este ritual é extremamente intenso tanto para o sacerdote quanto para os participantes. É fisicamente extenuante para o sacerdote envolvido e exige uma grande quantidade de treinamento. O sacerdote não é considerado como participante do ritual porque ele/ela não lembram-se de nada durante o transe até a divindade partir. Os membros que participam do ritual interagem com a divindade, apresentam oferendas e fazem perguntas ou prestam suas homenagens.

Liderança e Sacerdócio

Os seguidores do Kemetismo Ortodoxo chamam Tamara Siuda, a fundadora da fé, de sua Nisut (AUS). A palavra, Nisut, é uma forma abreviada de "Nisut-bityt", uma frase em Kemético, "Ela do Papiro e a Abelha". Essencialmente, isto pode ser traduzido como "rei". Esta prática causou muita controvérsia por toda a comunidade kemética. Outras fés não tem este nível de liderança. Os seguidores do Kemetismo Ortodoxo sustentam que a Nisut (AUS) nunca exigiu algo extraordinário deles, com referência a sua liderança da fé. Muitos membros têm pareceres diferentes de seu papel, que variam desde de um professor culto a um elo direto a Netjer, e algo entre as duas coisas. Ela às vezes é chamada Hemet por seus seguidores, que traduz-se rudemente como "Sua Majestade". O honorífico unido a seu título e ou nome, AUS, são de Ankh, Udja, Seneb, que significa vida, prosperidade e saúde. Seu título pleno pode ser lido aqui.

Àlém da Nisut (AUS), há níveis diferentes de sacerdócio. Os sacerdotes assentados são os sacerdotes W'ab. Estes sacerdotes executam certos rituais diários que diferem do ritual normal de Senut. Mantêm santuários formais para seu(s) Pai(s), que podem ser abertos a Shemsu locais e Remetj em festivais especiais dependendo da preferência do W'ab. O treinamento de W'ab é feito durante o retiro de Ronpet de Wep no final de julho/início de agosto.

Sacerdotes ordenados podem ser os Imakhiu assim como Kai-Imakhiu. Um Imakhu é um sacerdote legalmente ordenado do seu ou seu Pai(s). O Kai-Imakhiu foi Imakhiu por uma certa quantia de tempo. Eles não só tem os deveres sacerdotais de um Imakhu mas também são responsáveis por supervisionar os Imakhu. Há várias especializações que cada um pode seguir. As mulheres assim como homens podem tornar-se sacerdotes como Heri-Sesheta, It-Netjer ou Mut-Netjer.

Festivais

O Calendário Kemetismo contém inúmeros feriados e festivais. Há muitos celebrado pela povo de Kemetismo Ortodoxo. A festa mais popular é Wep Ronpet, mas existem muitos outros, incluindo Opet e Festival de Wag. Como o Ano Kemetismo não segue o calendário gregoriano, mas sim uma calendário solar único, estas festas são listados por suas datas Kemetic. Em geral, Wep Ronpet ou Dia de Ano Novo cai em torno da primeira ou segunda semana de agosto, e outras datas podem ser contados a partir desta data, se nenhum calendário está disponível.

Elos Externos

Monolatry

Personal tools
In other languages